Dr. Thiago Bianco Transplante de Barba

O uso da barba e do bigode têm se tornado uma tendência no universo masculino. Essa popularidade fica clara quando de 2011 a 2014 houve um aumento de 196% na busca por essa técnica segundo a International Society of Hair Restorarion Surgery.

Além de valorizar o visual e a face, o transplante de barba e do bigode é muito indicado para pacientes que querem disfarçar espinhas, cicatrizes, falhas ou queimaduras

Assim como nos outros transplantes, as gigasessões de FUT (veja como funciona a técnica) são muito eficazes na reconstrução e recolocação dos fios. Isto porque a técnica conta com retirada dos fios longos (com em média 1 cm) e o transplante é feito de forma delicada e cuidadosa pelo cirurgião na direção e ângulo perfeitos para um resultado mais natural . O paciente inclusive pode ter uma prévia do resultado logo após a finalização do procedimento.

A melhor área doadora é avaliada pelo especialista e independente da escolha, uma opção muito comum é a submentoneana (região que fica abaixo do queixo). Após a separação e a modelagem dos fios, o cirurgião faz a reinserção na região escolhida com micro incisões. Isso é uma grande vantagem para o paciente que não terá cicatrizes aparentes.

Outra facilidade para o paciente é o pré e pós-operatório. Antes do procedimento, há necessidade de anestesia local, o que não gera dor e desconforto na hora da cirurgia. A alta acontece no mesmo dia, podendo retornar às suas atividades normais rapidamente.

Após 15 dias o paciente é liberado para se barbear novamente. O crescimento total dos fios transplantados começa após 3 meses do procedimento.

E você está pensando em fazer o procedimento, deseja corrigir alguma falha na barba ou no bigode ou tem dúvidas? Clique aqui e marque sua avaliação!